*
 

Manifestações contra as reformas trabalhista e da previdência começaram cedo no Distrito Federal nesta sexta-feira (28/4). Por volta das 5h40, a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros registraram seis pontos de protesto com queima de pneus e obstrução das vias.

Os bloqueios deram um nó no trânsito nas principais rodovias que dão acesso ao centro da capital do país: BR-020 (Sobradinho), EPNB, BR-070, BR-040, DF-001. Em algumas delas, motoristas pararam os veículos e saíram dos carros à espera da liberação das vias. A situação se agravou porque não há transporte público, já que os funcionários dos ônibus e do metrô aderiram à greve geral. Por volta das 11h30, a PM informou que todas as vias já estavam liberadas.

No balão de acesso ao aeroporto, cerca de 300 pessoas fecharam as vias próximas ao terminal, impedindo os passageiros de chegarem ao local. Por volta das 6h40, a pista foi liberada. Segundo a PM, manifestantes atiraram pedras nos policiais, que reagiram com bombas de efeito moral.

A Inframerica, administradora do aeroporto, informou que o terminal aéreo está operacional, porém, podem ocorrer atrasos e cancelamentos de voos. A concessionária aconselha aos passageiros consultarem seus voos antes de virem ao terminal e a buscarem informações com as companhias aéreas.

A advogada Carla Moura, 30 anos, chegou a pegar o fim do protesto na via, mas não precisou descer do carro. “Os bombeiros estavam apagando o fogo dos pneus na hora que eu cheguei. Meu voo está atrasado e acho que não perderei. Já sabíamos da greve geral hoje. As pessoas deveriam ter se precavido, mas não tínhamos como saber que fechariam aqui também”, disse.

No terminal de Brasília, cerca de 100 manifestantes entre aeroportuários, aeroviários, trabalhadores rurais e rodoviários fizeram um ato de protesto.

 

Também queimaram pneus na DF-001, próximo ao Balão do Periquito, no Gama. Na BR-020, em Sobradinho, estudantes secundaristas fecharam a via.

Outro protesto com queima de pneus ocorreu no balão de acesso a Brazlândia, na BR-070. A via foi liberada às 7h50. Manifestantes também interditaram a Estrada Parque Núcleo Bandeirante (EPNB), mas já retiraram os pneus. A retenção tinha sido formada na altura da Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

A BR-040 foi bloqueada próximo ao Polo JK, sentido Brasília. Policiais militares também desobstruíram a Epia Sul, na altura do Catetinho.

Confira como foi a manifestação na Epia:

 

Veja as imagens dos protestos realizados no Distrito Federal na manhã desta sexta:

 

 

 

COMENTE

manifestaçãoaeroporto jkgreve geral
comunicar erro à redação