*
 

O Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF) inaugurou nesta sexta-feira (23/9) o Laboratório de Controle Externo de Obras Públicas, que será utilizado para análise de solo e asfalto. A unidade, que levou um ano para ser montada e equipada, permitirá que os técnicos da Corte de Contas avaliem obras de pavimentação em todas as suas etapas, desde a preparação do solo até a aplicação da última camada, que é a capa asfáltica.

Segundo o TCDF, foram investidos cerca de R$ 380 mil no laboratório, sendo aproximadamente R$ 50 mil na reforma do espaço e R$ 330 mil na compra de máquinas e equipamentos, que têm capacidade para realização de até 14 tipos diferentes de testes.

A expectativa é de que o laboratório também aumente a agilidade das ações do Tribunal. “Nós teremos condições de saber se o asfalto é de boa qualidade enquanto ele ainda estiver sendo executado e, dessa forma, poderemos determinar aos órgãos que contrataram as obras as correções necessárias e até a suspensão de pagamentos, em caso de execução abaixo do padrão de qualidade”, explica o presidente do TCDF, Conselheiro Renato Rainha.

Asfalto Novo
Desde 2013, o Tribunal de Contas do DF tem acompanhado as obras das etapas I e II do Programa Asfalto Novo do Governo do DF, orçado em cerca de R$ 400 milhões. Nesse período, mais de 300 amostras de material foram colhidas pelo corpo técnico em diversos pontos do Distrito Federal. A análise contou com apoio da Universidade de Brasília (UnB) e do laboratório móvel do Departamento de Estradas de Rodagem (DER/DF), já que o TCDF ainda não possuía os equipamentos necessários. O relatório final da auditoria está em fase de conclusão.

Com a inauguração do laboratório, devem ser analisadas obras rodoviárias e de pavimentação urbana, como as que estão sendo realizadas em Vicente Pires, com investimento da ordem de R$ 500 milhões, e também a ampliação da via entre o Balão do Torto e o Colorado, com valor estimado em R$ 80 milhões. (Com informações do TCDF)

 

 

COMENTE

inauguraçãoTribunal de Contaslaboratório de asfalto e solo
comunicar erro à redação