*
 

Um presidiário morreu na Casa de Prisão Provisória (CPP) de Luziânia (GO), Entorno do DF, por suspeita de overdose. Segundo a Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária de Goiás (SSPAP), na noite de domingo (8/1), Thalisson dos Santos Nascimento, 22 anos, passou mal, apresentou dificuldades respiratórias e chegou a ser levado ao hospital, mas não resistiu e morreu na segunda-feira (9).

Ainda de acordo com a SSPAP, “não foram encontrados sinais de violência no corpo da vítima ou na cela onde ela se encontrava”. Em entrevista ao G1, o delegado Maurício Passerini, do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH), afirmou que os indícios apontam para uma suspeita de overdose. A Polícia Civil investiga o caso. O jovem, que não teve a identidade divulgada, estava detido desde setembro do ano passado.

Na manhã desta terça (10), alguns presos serraram grades da unidade durante o banho de sol e um deles conseguiu fugir. É o segundo caso de fuga de detentos no município goiano em menos de duas semanas. No último dia 31, oito presidiários escaparam do Centro de Inserção Social de Luziânia. Eles fizeram um buraco na parede de uma cela e serraram as grades.

 

 

COMENTE

comunicar erro à redação