*
 

Menos de uma semana após o Distrito Federal registrar a morte de um menino de 4 anos que foi picado por um escorpião na última quinta-feira (21/7), mais um caso envolvendo o ataque desse animal peçonhento voltou a assustar os moradores da capital. O episódio ocorreu dentro do Hospital Regional da Asa Norte (Hran). Uma enfermeira do centro de saúde foi picada enquanto trabalhava, na noite de terça-feira (26).

Segundo relatos de colegas de trabalho da vítima, a funcionária buscava materiais para uma cirurgia quando foi atingida. O animal estaria escondido em um armário de produtos da sala de recuperação de anestesia, onde também circulam pacientes.

Em nota, a direção do Hran confirmou o caso e disse que a servidora foi medicada para conter a dor e a crise de vômitos. A direção informou também que uma equipe da Vigilância Ambiental está fazendo uma varredura na unidade e orientando as equipes de limpeza na higienização dos ambientes.

De acordo com a Secretaria de Saúde do DF, a Vigilância Ambiental recebe, por dia, três chamados para a captura de escorpiões. No ano passado, foram registrados 700 ataques de animais peçonhentos na capital.

 

 

COMENTE

Hran
comunicar erro à redação