*
 

Os interessados em matrículas na rede pública de ensino poderão, a partir desta quarta-feira (25/1), fazer inscrição para uma das vagas remanescentes. É necessário, para isso, que os pais ou responsáveis pelos alunos compareçam à escola de seu interesse e chequem a disponibilidade. Para garantir a vaga, muitos pais estão acampados em portas de escolas desde o fim de semana.

No Centro de Ensino Médio Setor Oeste, localizado na 912 Sul, os pais começaram a chegar no sábado (21). Para enfrentar as várias horas de espera, familiares levaram colchões, comida, barracas de acampamento e alguns improvisaram locais para dormir e se abrigar da chuva.

O militar Anderson Nogueira (foto de destaque), 37 anos, foi um dos primeiros a chegar, às 7h de sábado. “Moramos na 214 Sul e gostaríamos que ele estudasse perto de casa. O meu filho tem 15 anos e vai começar o ensino médio agora. Alguns pais fizeram a matrícula pelo 156, mas os filhos foram jogados para escolas muito distantes de casa. Por isso, resolvemos chegar quatro dias antes e, pela lista disponível, já conseguimos a vaga”, afirmou.

No local, os pais se organizaram. A lista de espera chegou a ter 100 nomes, mas algumas pessoas desistiram porque apenas 30 vagas estão disponíveis: 13 para o primeiro ano e 17 para o segundo ano. Para o terceiro ano, não há mais matrículas disponíveis na escola.

A dona de casa Vanilza Rodrigues, 41, foi até o Setor Oeste para tentar transferir a filha. “Nós moramos em Samambaia e ela está matriculada em uma escola da Asa Norte, mas quer estudar aqui. Essa é uma das escolas com melhor índice de aprovação na UnB pelo PAS”, disse.

Ordem de chegada
Segundo a Secretaria de Educação, as vagas serão preenchidas por ordem de chegada. O prazo termina no início do ano letivo, em 10 de fevereiro. É possível — caso não consiga a vaga na escola mais perto de casa, por exemplo — que o interessado procure outras opções, em unidades diferentes. É importante levar documentos de identificação tanto do responsável quanto do estudante.

O processo é destinado aos ensinos infantil, fundamental e médio. As vagas foram abertas depois que inscritos pelo Telematrícula, da Secretaria de Educação, não compareceram à escola para confirmar a matrícula no prazo de 9 a 18 de janeiro.

Pelo Telematrícula, 17.266 estudantes que procuraram um lugar na educação básica da rede pública foram contemplados. Isso significa que todos os alunos, do primeiro ano do ensino fundamental ao terceiro ano do médio, conseguiram ser atendidos.

 

 

COMENTE

matrícula#Rede públicavaga remanescente
comunicar erro à redação