*
 

O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) dos alunos das escolas públicas do Distrito Federal não evoluiu no ano passado. Dados divulgados nesta quinta-feira (8/9) pelo Ministério da Educação (MEC) revelam que, no final do primeiro ciclo do ensino fundamental (4ª série/ 5º ano), o índice no DF se manteve o mesmo de 2013: 5.6. No entanto, a meta era de 5.8.

No final do ensino fundamental, a diferença entre o índice atingido e a meta foi ainda maior: 0.5. A nota alcançada foi 4, enquanto o objetivo era chegar a 4.5. No ensino médio, o índice das escolas públicas foi de 3.5, enquanto a meta era 3.9.

Neste ano, apenas dois estados cumpriram a meta no ensino médio: Amazonas e Pernambuco. O Ideb é um indicador que relaciona o desempenho dos alunos e os dados de fluxo escolar. A cada dois anos, avalia estudantes do ensino fundamental da rede pública e do ensino médio de escolas públicas e privadas.

“Infelizmente, o Brasil está mal. Não é algo que a gente possa celebrar. Estamos muito distantes da educação de qualidade”, admitiu o ministro da Educação, Mendonça Filho, ressaltando que irá reforçar junto ao Congresso Nacional a aprovação de um projeto de lei que prevê uma reformulação do currículo do ensino médio.

Por telefone, o subsecretário de educação do Distrito Federal, Fábio Sousa, informou que o aprendizado de língua portuguesa e matemática das crianças e adolescentes de Brasília melhorou. Segundo ele, as notas foram superiores nessas matérias. O que não teria melhorado seria o índice de aprovação dos estudantes. “Precisamos melhorar o ensino das outras matérias para que a reprovação diminua”, completou.

(Com informações da Agência Estado)

 

 

COMENTE

secretaria da educaçãoIdeb
comunicar erro à redação