*
 

 

Os setores de comércio e serviços no Distrito Federal registraram queda nas vendas de 0,91% em agosto em comparação com julho. Em uma análise separada, o comércio recuou 1,25% e serviços ficou praticamente estável, com -0,02% no período analisado. Os resultados constam na Pesquisa Conjuntural de Micro e Pequenas Empresas do Distrito Federal, feita mensalmente pelo Instituto Fecomércio com apoio do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Entre os 26 segmentos pesquisados, 15, ou 57%, tiveram variação negativa.

De acordo com presidente da Federação do Comércio do DF (Fecomércio), Adelmir Santana, em oito meses deste ano, em apenas um ocorreu aumento nas vendas. “O setor de comércio tem recuperado fôlego, saindo de um patamar muito negativo para um de estabilidade. Já o setor de serviço inicia um período de pré-aquecimento nas vendas, com impacto direto na linha de emprego, garantindo também crescimento em número de contratações”, ressalta Adelmir.

De acordo com a pesquisa, o cartão de crédito foi o meio mais utilizado nas compras pelos brasilienses no mês de agosto. No comércio e serviços, a modalidade respondeu por 46% e 39,96% do volume de negócios, respectivamente. Foram consultadas 900 empresas, sendo 17 segmentos do comércio varejista e nove de segmentos de serviços. (Com informações da Fecomércio)

Comércio

Quedas

Vestuário e acessórios (-7,58%)
Ótica (-6,90%)
Padaria e confeitaria (-5,96%)
Material de construção (-5,75%)
Farmácia (-4,98%)
Calçados (-4,81%)
Cosmético e perfumaria (-3,67%)
Artigos de armarinho, suvenires e bijuterias (-3,33%)
Joalheria (-2,26%)
Ferragens e ferramentas (-0,04%)

Crescimento

Papelaria e livraria (16,04%)
Cama, mesa e banho (5,93%)
Autopeças e acessórios (5,48%)
Minimercados, mercearias e armazéns (2,58%)
Suprimento de informática (1,75%)
Comércio varejista de bebida (1,09%) e Móveis (1,02%).

Serviços

Quedas
Cabeleireiros (-4,71%)
Capacitação e treinamentos (-3,89%)
Sonorização, fotografia e iluminação (-3,77%)
Bares, restaurantes e lanchonetes (-2,15%)
Organizações de feiras, congresso e festas (-1,75%)

Crescimento
Atividades de Contabilidade (9,35%)
Atividades de Condicionamento Físico (7,17%)
Manutenção e Serviços em TI (6,91%)
Promoção de Vendas (3,12%).

 

 

COMENTE

agostocomércioFecomercioresultado
comunicar erro à redação