*
 

O governador Rodrigo Rollemberg e o secretário de Cultura, Guilherme Reis, pediram desculpas, na noite deste domingo (16/7), ao artista paranaense Maikon Kempinski, 35 anos, detido durante uma performance em frente ao Museu Nacional da República em Brasília. Ele foi acusado da prática de ato obsceno.

“O governo de Brasília destaca a importância da cultura. Rollemberg e Reis lembram que a cultura é sempre bem-vinda à capital da república e lamentam o desconforto causado ao artista, pois o governo acredita, apoia e incentiva a livre manifestação artística”, registrou o GDF em nota.

Nu dentro de uma bolha de ar, o jovem realizava no sábado (15) uma intervenção artística que integra o circuito Palco Giratório, do Serviço Social do Comércio (Sesc), quando foi preso pela Polícia Militar.

Segundo a PM, a corporação recebeu reclamações de pessoas que passavam pelo local durante a apresentação. Chegando lá, os militares pediram que o artista se vestisse, mas, como ele teria se recusado alegando ter passado uma substância no corpo, foi detido.

Vejo o vídeo

O homem foi levado para a delegacia, mas liberado logo em seguida, depois de assinar um termo circunstanciado comprometendo-se a comparecer à Justiça quando for solicitado.

“Espelho incômodo”
A retratação vem horas depois de Maikon comentar o episódio nas redes sociais e fazer um desabafo. Em sua página no Facebook, o artista afirmou que ele e sua equipe foram agredidos “sem oportunidade de diálogo ou explicação”.

Segundo Maikon, a apresentação chamada “DNA de DAN” já passou por diversas cidades do país e os artistas nunca foram “impedidos ou atacados”. Ele explicou que a performance, na qual passa uma substância líquida no corpo e fica imóvel até que ela seque, representa “um ambiente quase transparente que separa mundo exterior de interior”.

Em seu ponto de vista, para alguns, a nudez só é um “espelho incômodo de seus preconceitos e bloqueios”. “Mas tem lugar pra todo tipo de arte nesse mundo, até pra aqueles que não têm talento nenhum pra viver. Mas eu continuo em pé, trocando de pele mais uma vez, diante de todos e de tudo”, concluiu na postagem.

 

 

COMENTE

GDFnu artístico
comunicar erro à redação