*
 

Além da paixão pelos exercícios físicos, participantes de um grupo de cerca de 30 boxes de crossfit do DF vão se unir por mais uma razão: a solidariedade. Neste sábado (8/10), as academias realizam um treino especial com o objetivo de arrecadar dinheiro para o tratamento de Wesley Honorato, 25 anos, treinador da modalidade, que sofre com um tumor no crânio desde o ano passado. O objetivo é ajudar com o custeio da cirurgia que Wesley precisa fazer.

A ideia surgiu com Frederico Nobre, 44 anos, dono de um box de crossfit. “Ele (Wesley) sempre vem treinar com a gente. Esses dias estava pensando que precisava fazer alguma coisa para ajudá-lo. Daí, imaginei, nada melhor que um treino”, conta. Segundo os organizadores, as pessoas que forem treinar nas academias participantes no sábado podem contribuir com R$ 20. O treinamento, inclusive, será aberto para quem não costuma praticar crossfit, mas tem interesse em ajudar. “Perdi um pai para o câncer, então essa causa é muito especial para mim. Além disso, não há nada melhor que ajudar os amigos”, explica Frederico.

Para o evento, os “coaches” fizeram uma rotina de exercícios especial. No crossfit, os atletas costumam usar a sigla WOD (Work Out of the Day), que significa, em uma tradução livre, “treino do dia”. Cada WOD costuma ser nomeado com um nome de um “hero” (herói), em homenagem a soldados mortos durante a guerra. No treino de sábado, o WOD vai se chamar WH, em tributo a Wesley Honorato. A rotina também deve durar cerca de 25 minutos, que é a idade do homenageado.

Wesley, o recipiente de toda essa solidariedade, afirma que não imaginava a proporção que o evento podia tomar. “Estou muito surpreso e agradeço a eles demais”, afirma. O jovem descobriu o câncer no início do ano passado. A primeira suspeita veio durante um campeonato de crossfit, quando sentiu uma dormência no braço. Depois, exames confirmaram o tumor no crânio.

Desde o diagnóstico até o mês passado, Wesley passou por sessões de radioterapia e quimioterapia. No entanto, o quadro não teve grandes alterações. Agora, ele precisa passar por uma cirurgia que só pode ser feita em São Paulo. “Ainda não estou debilitado, mas queria fazer a operação o mais rápido possível, porque, nesses casos, existem mais chances de recuperação total”, explica. O preço da cirurgia ainda não está determinado, mas segundo expectativas preliminares de médicos, deve ficar entre R$ 100 mil e R$ 200 mil.

O problema de saúde, no entanto, não tira a animação de Wesley que vai participar do treino deste sábado (6). E os planos se estendem mais ainda, já que ele planeja se casar com a noiva, Michelle, no ano que vem. “Tivemos que dar uma pausa nos preparativos por conta disso. Mas vai ser em 2017!”, diz a noiva. Sobre o apoio dos amigos, Wesley só tem a agradecer: “Não tenho nem o que dizer. O amor dos meus amigos é hoje o que me dá força”.

 

 

COMENTE

CampanhaCrossfitcâncerarrecadaçãoWesley Honorato
comunicar erro à redação