*
 

O tempo seco e quente que já atinge o DF há alguns meses deve permanecer assim até o fim de setembro. Segundo as previsões do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), ainda não há expectativa imediata de chuva na capital. No entanto, existe a esperança de que a água volte a aparecer na última semana de setembro, a partir do dia 24.

“Conseguimos ver uma quebra do bloqueio da massa de ar seco que se encontra na região central, e já se pode encontrar algumas chuvas ali no sudoeste do Mato Grosso. A gente espera que até o fim do mês apareça algum sinal de precipitação aqui no DF”, explica a meteorologista Maria das Dores de Azevedo.

De acordo com a profissional do Inmet, a chuva do fim do mês não é resultado de frentes frias, mas da instabilidade causada pelo calor e pela umidade na região.

O evento, portanto, não deve pôr um fim ao período de seca na capital, mas sinaliza a aproximação de uma época mais amena. “A partir de outubro as chuvas começam a se intensificar e continuam nesse movimento durante novembro e dezembro”, explica Maria de Azevedo.

Nesta quarta-feira (13/9) a estiagem continuou a atingir os brasilienses. Na capital, a temperatura máxima chegou a 28º C e a mínima, a 17° C. Já a umidade do ar chegou a 27%.

 

 

COMENTE

chuvasecainmet
comunicar erro à redação