*
 

As chuvas pontuais registradas nos últimos dois dias em algumas regiões do Distrito Federal não ajudaram a recompor o nível dos principais reservatórios da capital federal. O do Rio Descoberto, por exemplo, registou nesta quinta-feira (12/1) o menor nível histórico, com 18,94%. Caso o nível continue baixo, a Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) já está autorizada a iniciar o racionamento de água.

Por meio de assessoria, o órgão informou que deve aguardar até o fim do mês. “Por enquanto, isso (o racionamento) não será adotado. Caso vá ocorrer, a população será avisada com antecedência para não ser pega de surpresa”, disse a Caesb.

A estatal do GDF explica que o racionamento envolve custos, mudanças no sistema e remanejamento de pessoal. Por isso, não se trata de uma medida simples, uma vez que altera o funcionamento da rede. Para reduzir o consumo, a empresa já adotou a cobrança de tarifa extra e diminuiu a pressão da água em diversas regiões do DF.

Segundo o meteorologista Luiz Cavalcanti, do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), as precipitações devem aumentar até o fim de semana. “Com a chegada das chuvas, certamente as temperaturas ficarão mais amenas”, afirmou.

Ainda segundo o Inmet, choveu apenas 19,9 milímetros em janeiro até o momento, quando o índice previsto para o mês é de 200mm. A previsão aponta que até domingo haverá chuvas isoladas no Distrito Federal.

No entanto, isso não significa que o calorão vai passar de vez. Na segunda (9), foi registrada a maior temperatura do ano: 32ºC. Nesta quarta, a máxima chegou a 30°C, e a previsão é que, até domingo (15), com chuvas mais frequentes, não ultrapasse os 28°.

Daniel Ferreira/Metrópoles

Chuva em Águas Claras

 

Vendas de ar-condicionado
Enquanto a temperatura continua alta, quem comemora são os lojistas do segmento de ar-condicionado e ventiladores. A expectativa é de que as vendas cresçam em torno de 40% até o fim de fevereiro.

“O movimento aumentou muito na loja. O ventilador é o campeão de vendas até o momento. Também está tendo muita saída a ar-condicionado modelo split”, disse o vendedor, Manoel Ferreira, que trabalha em uma loja na Asa Norte.

 

 

COMENTE

chuvacalorinmetVentilador
comunicar erro à redação