*
 

Desde a semana passada, a Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) vem interrompendo o abastecimento de água em várias cidades, com o intuito de economizar e recuperar o sistema de abastecimento, considerado crítico. O problema, segundo os moradores, é que o cronograma de retorno do serviço não vem sendo seguido.

“No fim de semana, eu fiquei mais de 48 horas sem água. Eles informaram que o abastecimento seria cortado de sábado (17/9) às 11h, até o domingo (18), no mesmo horário. Mas a água acabou um dia antes e só foi voltar na madrugada do domingo. É impossível assim”, desabafa o funcionário público Prates Silva, 41 anos, morador do Jardim Botânico.

A servidora Elaine Soares, 36, passa por situação semelhante. “Acabou a água ontem (19) às 11h e teria que ter voltado hoje (20), também às 11h. No entanto, já é noite de terça e nada. Eu liguei várias vezes na Caesb e falam que os registros estão sendo ligados. Mas demora tanto tempo assim? Estão passando informação mentirosa, isso sim”, desabafou a moradora do Condomínio Estância, em Planaltina.

O Metrópoles entrou em contato com a Caesb, que negou a possibilidade de o abastecimento retornar em horário diferente do divulgado pela companhia. “O retorno do abastecimento é gradativo. Algumas áreas, mais altas, podem receber água posteriormente às áreas baixas”, informou, em nota, a empresa. Segundo a Caesb, se houver algum morador ainda sem água, é importante passar o endereço para que a companhia verifique se está ocorrendo outro problema.

Elaine Soares afirma que em toda a região o abastecimento ainda não foi normalizado. “Quem tem caixa d’água em casa também já está sem. Eu falei com todos os amigos da região e em nenhuma casa por aqui o abastecimento foi retomado”, garantiu. Segundo ela, dessa maneira, a economia é prejudicada. “Quando a água volta a gente começa a estocar loucamente com medo de ficar sem de novo. Assim, não adianta”, completou.

A pior crise hídrica do Distrito Federal registrada nos últimos 30 anos está longe de acabar. Mesmo com as chuvas esparsas registradas nos últimos dias, no fim da tarde desta terça-feira (20/9), os dois reservatórios que abastecem a população do DF estavam com níveis ainda piores que o dia anterior. No Descoberto, o índice ficou em 38,14% e o de Santa Maria, 49,19%.

Confira as regiões que terão o fornecimento de água interrompido nesta quarta-feira (21/9)

São Sebastião
Endereços: Bairro São José, Bairro São Francisco e Morro da Cruz
Fechamento: quarta (21/09), às 9h
Abertura: quinta (22/09), às 8h

Endereços: Bairro Centro, Setor Tradicional, João Candido
Fechamento: quarta (21/09), às 10h
Abertura: quinta (22/09), às 9h.

Jardim Botânico
Endereços: Setor Habitacional São Bartolomeu, Morada de Deus, Setor Habitacional Jardim Botânico, Jardins do Lago, Mirante das Paineiras, Jardim das Paineiras, Estância Jardim Botânico, Jardim Botânico I a V, Belvedere Green, Cond. Ouro Vermelho I e II
Fechamento: quarta (21/09), às 15h
Abertura: quinta (22/09), às 14h

Planaltina
Endereços: Jardim Roriz, Setor do Oficinas, Vila Nossa Senhora de Fátima, Setor Residencial Oeste – Fechamento: quarta (21/09), às 9h
Abertura: quinta (22/09), às 8h

Endereços: Arapoanga
Fechamento: quarta (21/09), às 15h
Abertura: quinta (22/09), às 14h

Sobradinho
Endereços: Sobradinho I (quadras 2 a 10)
Fechamento: quarta (21/09), às 14h30
Abertura: quinta (22/09), às 13h30

 

 

COMENTE

crise hídricaCaesbAdasa
comunicar erro à redação