*
 

A 10 dias do início da fiscalização para cobrar o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV), 752.108 veículos ainda rodam pelas vias do Distrito Federal sem o documento obrigatório. Como ocorre todos os anos, a correria dos donos de automóveis para ficar em dia deve ficar para os últimos dias. De acordo com o Departamento de Trânsito (Detran), 903.700 carros estão regularizados.

Quem quiser ficar com a situação em dia, pode procurar os postos do Detran do Na Hora. Entre os dias 19 de setembro e 14 de outubro, as unidades – localizadas em Ceilândia, no Gama, no Riacho Fundo I, na Rodoviária do Plano Piloto, em Sobradinho e em Taguatinga – atenderão exclusivamente as pessoas que precisarem de serviços relacionados ao Licenciamento.

De acordo com o Detran, a medida é para agilizar o atendimento, já que a procura por parte dos motoristas deve ser grande nesses dias. A fiscalização tem data para começar: 1º de outubro.

O motorista que for flagrado sem o documento de 2016 pagará uma multa salgada, de R$ 191,54, além de ganhar sete pontos na carteira. O veículo também é apreendido e removido ao depósito. Ainda este ano, a multa ficará mais cara. A partir de 4 de novembro, o valor a ser pago por uma infração gravíssima passará a ser de R$ 293,47.

Dicas
Para evitar filas, o dono do automóvel pode ainda emitir os boletos de pagamento no site do Detran (www.detran.df.gov.br) e quitar os débitos pendentes em caixas eletrônicos das agências bancárias ou casas lotéricas. Neste caso, o usuário vai ao órgão somente para receber o documento.

Já quem regularizou a situação e ainda não recebeu o Licenciamento também deve ficar atento. Isso porque o Detran mandou pelos Correios os documentos. No entanto, alguns foram devolvidos porque os endereços dos donos de carros estavam com cadastro incorreto. Segundo o Detran, mais de 12 mil usuários não foram encontrados nos endereços informados.

 

 

COMENTE

Detranlicenciamentona hora
comunicar erro à redação