*
 

O concurso para a Câmara Legislativa do Distrito Federal está mantido e tem data para nomear os aprovados: nos dois primeiros meses de 2018. A previsão para lançar o edital é 21 de agosto, mas se depender do desenrolar do processo, o documento pode até ser publicado antes. Em reunião realizada na tarde desta terça-feira (8/8), a Comissão dos Funcionários da Câmara discutiu o processo e definiu parâmetros para os cargos de agente de polícia legislativa e de inspetor de polícia.

Ao todo, são 86 oportunidades para níveis médio e superior. Os salários são de R$ 10.143,07 e R$ 15.123,30, respectivamente. “Não há o que ser questionado no processo. Escolhemos uma comissão de servidores, o processo tem toda a lisura e transparência. Divulgaremos o edital em breve. As provas devem ocorrer em novembro e as nomeações — dependendo de recursos e de todo o trâmite — devem acontecer até o fim de fevereiro”, disse o presidente da Câmara, deputado Joe Valle (PDT).

Estão marcadas duas reuniões com a comissão da Câmara, na próxima quinta (10) e sexta-feira (11), para definir outros detalhes do edital.

A banca escolhida é a Fundação Carlos Chagas (FCC). Em julho, houve um questionamento no Tribunal de Contas do DF da Fundação de Apoio à Pesquisa, Ensino e Assistência à Escola de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro (Funrio). A Funrio entrou com medida cautelar no TCDF pedindo a paralisação do processo. A banca reclamou por ter manifestado interesse em elaborar o concurso e não receber resposta da CLDF.

A Corte solicitou documentos à Câmara sobre a escolha da organizadora. Os papéis foram enviados, o corpo técnico analisou as justificativas e as encaminhou ao relator do caso no TCDF, conselheiro Renato Rainha. Ainda não há definição do que será feito, mas o concurso segue normalmente.

Confira as vagas

 

 

COMENTE

servidorFundação Carlos ChagasConcurso da Câmara Legislativa do DF
comunicar erro à redação