">
*
 
 

Quem já passou uma temporada nos Estados Unidos sabe como é difícil resistir às gordices americanas. Raíssa Palazzo é uma raridade, está estudando Nutrição na Brigham Young University, em Idaho, e nesse tempo que mora fora tonificou seu corpo e passou a desfilar uma silhueta cada vez mais esguia.

“Por seguir um estilo de vida mais saudável, opto por cozinhar minha própria comida”, revela. “Mas nos dias em que fico sem tempo, tento escolher as melhores opções fora de casa. Geralmente uma salada mais farta ou um peixe com legumes”. E por fim evita ao máximo a ingestão de carboidratos refinados e alimentos industrializados.

“Aprendi a me alimentar bem e procuro me regrar em 90% das refeições. Assim, me permito ‘jacar’ em apenas momentos aleatórios, não estendendo isso por todo o dia, muito menos por um final de semana inteiro”, explica.

E o que faz parte de sua dieta? “Ovo, abobrinha, berinjela, abacate e coco. Como todos os dias”, revela. Ela completa o mix com vitamina D e Ômega 3, além de Whey Protein, que não usa como pré ou pós-treino, mas como substituto ao doce quando aquela vontade surge.

 Giovanna Bembom/Metrópoles

Sobre as atividades físicas, Raíssa procura seguir para a academia logo pela manhã. “Quando preciso fazer exercícios no período da noite, tento me lembrar da sensação de dever cumprido que sinto logo depois que já terminei a série”, avalia.

Apaixonada por tênis, ela conta que se rendeu recentemente à musculação. “Também gosto de explorar esportes ao ar livre como caminhadas em trilhas e corridas na areia da praia”, diz.

 Giovanna Bembom/Metrópoles

Outro diferencial em sua rotina é treinar em jejum, já que não se sente bem quando come antes do treino. “Também não sinto fome logo após os exercícios e gosto de esperar um tempinho para comer algo”, explica.

Um banho logo após os treinos é ritual sagrado. “Evitar que o suor seque no corpo é um cuidado com a pele e os cabelos”, ensina.

Fitnessmusa fitnessdietaatividade física
 


COMENTE

Ler mais do blog