">
*
 
 

Muita gente quer dar aquela redecorada na casa e não sabe como fazer essas mudanças sem grandes investimentos. Quer aprender? Anota aí:

1- Analise quais itens da casa realmente te incomodam e estão atrapalhando a harmonia estética do local. Muito velho? Quebrado? Muito grande? Muito pequeno? Muito feio? Ponha na lista! Depois dessa identificação, avalie se é possível realocá-los pela casa. Mas avalie com muita racionalidade. Não vale socar em outro canto e mudar o problema de cômodo. Desapega.

2- Caso as peças não tenham mais salvação dentro da sua casa, você pode se livrar delas por meio de doação ou venda. Se forem itens importantes para o funcionamento da casa, como um sofá ou um rack, considere a possibilidade de vendê-los e levantar mais dinheiro para a reposição.

A internet tem vários sites de vendas de usados, assim como o contato de pessoas que compram usados na hora (a preço de banana, já aviso). É só dar um “google”. E nada de crescer o olho. Quem pede muito caro em peças usadas e fora da moda acaba com um móvel eternamente encalhado dentro de casa.

3- Depois do pente fino, é hora de escolher quais novas peças substituirão os móveis/objetos que saíram de cena. Tente elencar as compras por ordem de importância. Antes de sair às compras, é preciso uma boa pesquisa na internet para ter uma exata noção do que seria um bom preço para cada peça que quiser comprar. Caso se apaixone por algum item à venda on-line, pesquise a reputação do site em questão.

Objetos novos absurdamente baratos costumam ser furada. Vale também passear pelas lojas da cidade antes de fechar negócio virtual. Sites ou lojas de usados também devem ser considerados, caso esteja com o orçamento muito limitado. Dá pra fazer ótimos negócios. Mas lembre-se, inclua no orçamento da compra de uma peça usada a possível necessidade de reforma do móvel. E não compre só porque o preço é bom. Quando se trata de decoração, é preciso se apaixonar e se identificar pela peça.

4- Avalie as condições das paredes. Suja? Cores muito fortes ou fora de moda? Textura?  A parede é parte fundamental da boa aparência da casa. Precisa estar limpa, bem pintada e bem cuidada para receber a redecoração. A forma como cada família cuida e decora as paredes da casa são uma aula sobre seus estilos, cuidados, gostos e identidades. Se a grana estiver curta, encare a pintura da parede sozinho. Veja alguns tutoriais no Youtube pare aprender como dar um bom acabamento de pintura e mão na massa.

5- Os tecidos expostos também pedem manutenção e cuidados. Sofá furado, tapete manchado, cortina caindo aos pedaços e almofada capenga são itens que acabam com a harmonia estética da casa. Reserve uma quantia para reformar ou substituir esses itens.

6- Bagunça, objetos acumulados, sujeira. É impossível ter uma casa bem decorada com esses focos de caos fixos pela casa. Organize-se. É de graça.

7- Quem é leitor dessa coluna já deve estar cansado do tanto que eu falo de plantas. Mas nenhum outro item tem a capacidade delas de levantar a moral do ambiente. E o melhor, tem várias plantas lindas, duráveis e baratas: jibóias, espadas e lanças de São Jorge, ráfis, cactos, bromélias, costelas de adão.

8- Faça listas para se organizar e não se comprometer financeiramente. Liste os gastos que pretende ter com a casa a curto, médio e longo prazo. E vá, aos poucos, comprando os itens ou fazendo as mudanças que pedem mãos de obra especializada.

9- Quem quer economizar na redecoração precisa se jogar de cabeça nas pesquisas e no DIY (do it yourself, ou faça você mesmo). A internet transborda de sites e blogs que ensinam a fazer todo tipo de coisa com um micro orçamento: de uma bancada nova pra cozinha a almofadas costuradas com cola de tecido. Quanto mais você põe a mão na massa, mais economiza.

10- Iluminação indireta é a chave para uma casa aconchegante. Uma arandela que dispensa instalação elétrica embutida, uma luminária de piso, o abajur sobre a mesa. Sempre com lâmpadas de luz neutra ou amarelada, apara reforçar a sensação de conforto. Crie o hábito de acender essas iluminações indiretas a noite. A casa fica muito mais convidativa e gostosa.

11- Quadros. Outro item com poderes mágicos dentro de uma casa. Se você já os tem, avalie suas condições. Gosta da arte ali exposta? Ela combina com seu momento e estilo? A moldura está em boas condições? Se o quadro estiver muito capenga, reforme a moldura ou guarde-o.

Invista em novas peças. A internet tem um monte de gravuras legais e autorais à venda. Se o orçamento estiver apertado demais, procure posteres de download grátis on-line, ou até mesmo faça uma busca por imagens em alta resolução no google images, usando um tema que goste na pesquisa.

Por exemplo: Star Wars, desenho abstrato, desenho geométrico, mapas mundi. E caso possa investir, escolha molduras simples e bonitas, as muito finas parecem sem qualidade. Muito enfeitadas ou coloridas também tiram a sofisticação do quadro. Molduras em caixa nas cores brancas, pretas ou em tons naturais de madeira sempre são uma escolha certa.

decoração
 


COMENTE

Ler mais do blog