" />
*
 
 

Nessa terça-feira (20/9), a Casa Cor Brasília abriu as portas de sua 25ª edição para a imprensa e convidados e o que se viu foi uma mostra ainda mais madura e preocupada não só com o estilo e o gosto dos brasilienses que amam arquitetura e design, como antenada com a sustentabilidade e as tendências. Nesta quinta-feira (22/9) a mostra abre suas porta para o público, que vai encontrar ali inspirações reais e possíveis, com toques de originalidade e muita sofisticação.

Na maior parte dos ambientes a mostra reforçou sua aposta em um estilo urbano e masculino: tons de cinza destacando cores vivas e escuras, contrastes ousados de materiais, muito ferro, barro, aço, madeira rústica e luz discreta e indireta. Tudo junto e muito bem misturado. Em contrapartida, ambientes com grande luminosidade e coloridos por plantas e folhagens também bateram ponto na exposição, mesmo que ainda pontuados por muitos tons de cinza – cor que, junto ao verde, protagoniza essa edição.

 

Jomar Bragança

Espaço do escritório Carpaneda & Nars

 

Jomar Bragança

Espaço do Studio 2 Arquitetura e Interiores

No quesito tendências de materiais, acabamentos, cores e texturas, os designers e arquitetos se mostram atentos: usam e abusam de peças decorativas artesanais, metais acobreados, geometrismo 3D nas paredes, peças de arte de artistas consagrados dividindo espaço com jovens talentos, paginações de revestimentos cheias de criatividade, azulejos personalizados, muito cobogó e concreto. Durante as próximas duas semanas, a coluna cobrirá as novidades e principais inspirações da mostra, acompanhe e não deixe de visitar o espaço!

Jomar Bragança

Lounge da arquiteta Walléria Teixeira

 

Jomar Bragança

Galeria de Leo Romano

  • Serviço:

Casa Cor Brasília – QI 9 do Lago Sul
De 22 de setembro a 9 de novembro
Ingressos: R$ 46 (R$ 23 meia)

casa cor brasilia
 


COMENTE

Ler mais do blog