">
*
 
 

Essa semana conhecemos dois lugares cervejeiros em cidades que, com certeza, fazem parte dos destinos prováveis (ou frequentes) de muitos de vocês. No Rio de Janeiro, a descoberta foi o bar Hocus Pocus DNA, da cervejaria carioca Hocus Pocus. Em São Paulo, paramos no bar Cateto (foto no alto da página), espaço que escancara a paixão por comidas e bebidas artesanais. Vamos lá?

Hocus Pocus DNA
Rua Dezenove de Fevereiro, 186 – Botafogo
Rio de Janeiro

A cervejaria Hocus Pocus nasceu em 2014 e hoje é uma das queridinhas do Rio de Janeiro. Os primeiros passos maltados foram dados pelos amigos Pedro Butelli e Vinícius Kifuri em um curso com o mestre-cervejeiro Botto. A partir desse dia, o vício tomou conta dos garotos cariocas, economistas de formação, criando uma obsessão pela técnica e possibilidades envolvendo a transformação de maltes.

Os prêmios nos concursos artesanais não demoraram a vir até que, finalmente, a dupla assumiu a personalidade cigana em fermentadores parceiros. Como se não bastasse ter no portfólio uma Amber Ale com café, uma Belgian Strong Ale premiada, uma American Pale Ale delicinha, uma IPA e algumas invenções esporádicas, a Hocus Pocus inaugurou este ano um bar para chamar de seu.

Reprodução/Facebook

O lugar faz bilhar os olhinhos por três razões principais: a primeira é a quantidade perfeita de torneiras de chope. São aproximadamente 13 bicos com produções próprias e de cervejarias convidadas. O segundo aspecto diz respeito ao projeto de arquitetura do bar, que transformou uma garagem simples em um espaço superestiloso com mesas de madeira compartilhadas.

Por fim, lágrimas de emoção escorreram pelo cardápio de comida. A impressão é que os donos realizaram todos os sonhos gastronômicos em uma carta enxuta e totalmente desconexa. Sério, entre as opções aparecem sanduíche de croquete (comida de rua de Amsterdam – foto acima), macarrão tailandês, cachorro quente com linguiça artesanal e rabanada. É maravilhoso. O preço é um pouco salgadinho, mas juramos que vale a pena.

Cateto – Comer e Beber Artesanal
Rua Fernando Falcão, 810 – Mooca
Rua Francisco Leitão, 270 – Pinheiros
São Paulo

O Cateto é originalmente filho do bairro da Mooca, mas conhecemos apenas a unidade mais jovem, que fica em Pinheiros. O lugar tem um tipão rústico modernoso, com paredes sem acabamento, estruturas propositadamente à mostra, pé direito alto, mesas de madeira e uma longa bancada que acompanha todo o ambiente.

Atrás do balcão, tudo de gostoso é preparado à vista do cliente e o chope é tirado com carinho. São apenas quatro torneiras com cervejas artesanais brasileiras. Entre elas, nada de óbvio ou que encontramos em mercados – e até arriscamos dizer que não é tão fácil ver alguns desses chopes em bares especializados de São Paulo. No dia que estivemos lá, a opção que mais chamou atenção foi uma Brett IPA da cervejaria mineira Koala. Conseguimos provar nosso ponto?

Além dos chopes, uma longa carta de cervejas em garrafa enche o degustador de alegria. Os preços não são tão absurdos e, mais uma vez, a seleção não tem nada de óbvia. As artesanais brasileiras ocupam 90% do espaço (o que é lindo de se ver), mas até mesmo as importadas são escolhidas a dedo. Dieu du Ciel, Mikkeller, TØ Ol, De Ranke e Praire fazem parte da listinha preciosa de cervejarias.

Reprodução/Facebook

Uma característica bacana é a forma como o cardápio é dividido. Em vez de separar por estilo ou nacionalidade, os donos fazem uma mistura de critérios levando em conta sensação de boca, aparência da bebida e ingredientes. Os grupos são: leves, de trigo, adocicadas, vermelhas, amargas, ácidas etc. São características que todos entendem e por isso a escolha fica mais fácil.

Para acompanhar todas essas opções, nada melhor que um cardápio construído com ingredientes artesanais. A verdade é que a comida do Cateto merece vários parágrafos, mas vamos resumir: tábuas com embutidos e queijos artesanais maravilhosos (foto no alto da página), hambúrguer com copa de javali, bagel com salmão… ai, ai. Vale conhecer, voltar, frequentar e zerar o cardápio. Partiu?

AGENDA!
PorkIPA no Rolete
Neste domingo (20/11), a Corina vai fazer porco no rolete à moda uruguaia, no fogo de chão. Para acompanhar, nada mais, nada menos que 20 chopes diferentes do estilo IPA. O evento será no Curral da Corina, no Setor de Oficinas Norte,Quadra 1. A bagunça deliciosa começa às 11h.

*André Vasquez e Marina Cavechia são sócios e curadores do clube de cerveja por assinatura Ohmybeer.com.br.

cervejas especiaishocus pocus dnacateto
 


COMENTE

Ler mais do blog