*
 

O presidente Michel Temer afirmou, pelas redes sociais, que o governo brasileiro dará toda a assistência aos familiares dos jogadores e da comissão técnica da Chapecoense. Na madrugada desta terça-feira (29/11), o avião que transportava o time até Medellín caiu, deixando 71 mortos.

A aeronave transportava 81 pessoas, sendo 72 passageiros e 9 tripulantes, de acordo com a agência da Aeronáutica Civil colombiana. Do total, 48 eram integrantes da equipe catarinense. O avião caiu a 3km da cabeceira do Aeroporto de Medellín em uma região montanhosa, de difícil acesso.

A delegação do time de Santa Catarina saiu do Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, na tarde de segunda (28). Fez uma escala em Santa Cruz de La Sierra, Bolívia, e seguia em um voo da companhia boliviana LaMia para Medellín, quando sofreu o acidente.

O governo brasileiro decretou luto de três dias.

 

 

Além disso, o Ministério das Relações Exteriores está enviando uma equipe para Medellín para auxiliar as vítimas.

 

 

COMENTE

Michel TemerColômbiaChapecoense
comunicar erro à redação