*
 

O empresário Sérgio Gomes da Silva, conhecido pelo apelido “Sombra”, morreu às 6h30 desta nesta terça-feira (27/9). Ele estava internado desde o último dia 22 no Hospital Montemagno, em São Paulo. Sombra era suspeito de ser o mentor do assassinato do então prefeito de Santo André (SP), Celso Daniel (PT), em 2002.

O advogado de Sombra, Roberto Podval, afirmou que a causa da morte foi natural e que o cliente “morre inocente”. As informações são do portal G1.

No dia do assassinato de Celso Daniel, o prefeito e Sombra estavam juntos na Pajero do empresário quando três carros dispararam no veículo, obrigando Sombra a parar na estrada. Celso Daniel foi forçado a entrar no outro carro, desaparecendo por dois dias. Seu corpo foi encontrado em uma estrada vicinal, com sinais de tortura e oito tiros.

Das sete pessoas acusadas pelo crime, seis foram condenadas à prisão. Sombra respondia em liberdade e ainda não havia sido julgado em definitivo por causa dos recursos que estavam em andamento.

 

 

COMENTE

Celso Danielsombra
comunicar erro à redação