*
 

O sargento da Polícia Militar José Araújo Silva, de 46 anos, foi morto a tiros na casa em que morava em Aparecida de Goiânia (GO) na quinta-feira (8/9). A principal suspeita é a mulher dele, de 39 anos. Ela teria utilizado a arma de trabalho do militar para matá-lo e foi presa em flagrante.

Segundo informações preliminares, o filho do militar, que estava em casa no momento do crime, teria afirmado que a madrasta havia bebido. De acordo com a filha do sargento, o casal tinha um histórico de brigas por ciúmes.

Eles estavam juntos há 10 anos e não tinham filhos juntos. A mulher tinha passagem pela polícia por porte ilegal de arma de fogo. José trabalhava no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia e iria se aposentar em 2017. (Com informações do G1).

 

 

COMENTE

assassinatoAparecida de GoiâniaPMGO
comunicar erro à redação