*
 

Um grupo de amigos foi pego de surpresa ao pedir a conta do restaurante Sushi Leblon, na Zona Sul do Rio. O valor saiu R$ 200 reais mais caro, tudo isso por conta de um carregador portátil de celular.

À reportagem do G1, a médica Michelle Figueiredo, de 35 anos, contou que neste último sábado (17/9) saiu com colegas para jantar. Precisando carregar o celular, uma delas perguntou ao garçom se poderia usar uma tomada no interior do restaurante para carregar a bateria do telefone. O funcionário, então, lhe ofereceu um carregador portátil. “Quando chegou a conta, a gente foi pagando meio sem conferir. O marido de uma das meninas viu na conta o carregador como R$ 200. Reclamamos e o garçom disse que ia estornar. Eu já tinha passado o cartão, minha amiga também”, disse Michelle.

A médica destacou a cortesia do restaurante, mas ressaltou que em nenhum momento foi mencionado um valor caso o carregador fosse utilizado. Em nota ao G1, o Sushi Leblon lamentou o ocorrido. O restaurante afirmou que não cobra pelo uso do aparelho. O valor lançado na comanda é uma caução, que deve ser retirado no ato do pagamento.

De acordo com o Procon, não há lei que proíba esse tipo de cobrança, mas ela tem que ser informada ao cliente com antecedência e de maneira clara e precisa.

 

 

COMENTE

Rio de JaneiroComanda
comunicar erro à redação