*
 

Não foi apenas Ricardo Saud, o diretor de Relações Institucionais da JBS, que foi expulso de casa após a divulgação de conversas nada republicanas. Joesley Batista, um dos donos do grupo J&F, também teve que arrumar as malas a pedido da esposa.

A jornalista Ticiana Villas Boas diz que não sabia das “traquinagens”, mostrou preocupação com a situação do filho do casal, que tem apenas dois anos. Ela também demonstrou arrependimento por largar a carreira na TV para acompanhar o marido. A briga entre os dois foi em 5 de setembro. Na ocasião, ele foi para o apartamento do pai, José Batista Sobrinho. Agora, está preso em São Paulo. As informações são da Veja São Paulo. 

Em um dos trechos da conversa de quatro horas mantida entre Joesley Batista e Ricardo Saud, o dono da JBS faz inconfidências sobre seu casamento com a apresentadora Ticiana Villas Boas.

“Desde o início, ela (Ticiana) era acostumada a andar com um bananão. Rapaz, ela sofreu, até ela ver que da minha vida ela não ia saber de nada. Ela bateu, bateu, uma hora ela sublimou, desistiu”, conta Joesley para Saud.

Joesley sentia-se tão à vontade que chegou a expor para Saud uma preferência sexual recente. “Rapaz, eu vou comer duas véias (sic), eu ando invocado de comer véia. Acho que vou comer duas veinhas (sic). Acho que é fase. Velhinha meio de cinquenta. Eu tenho que comer umas de cinquentinha.”

Empolgado com o rumo da prosa, Saud também abre o jogo sobre suas intimidades. E, num dos trechos mais picantes da conversa, ele diz: “Você vai ouvir o que o Ciro (supostamente Ciro Nogueira, presidente do PP) disse pra mim. A mulher que mais chupa no mundo. Ele perguntou pra mim se eu gozava chupando. ‘Ricardinho, você consegue gozar com a mulher chupando?’. Falei: não. Ela ‘a (…) que é a paixão da sua vida, ela tem ódio de mim. Aquela da playboy, ela faz gozar chupando. Tem a técnica completa'”.

Os dois amigos riram muito. Confira o áudio:

 

 

COMENTE

Joesley BatistaTiciana Villas Boas
comunicar erro à redação