*
 

O presidente Michel Temer avalia a possibilidade de gravar um pronunciamento para explicar a reforma da Previdência. O pedido foi encaminhado a ele por deputados da base aliada, que pedem ao governo para arcar com o ônus da reforma. Os parlamentares estão sendo pressionados por corporações para que se posicionem contra as mudanças na concessão dos benefícios e querem que Temer vá à TV para explicar o que está em jogo.

Por enquanto, porém, Temer decidiu apenas divulgar vídeos com a defesa da reforma da Previdência nas redes sociais, como o exibido na terça-feira (14/3) na página do Facebook do Palácio do Planalto, rebatendo ponto por ponto um outro vídeo com notícias “mentirosas” e divulgado pelo MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto), protagonizado pelo ator Wagner Moura, que inicia sua fala dizendo que querem acabar com a aposentadoria.

Outra opção que está em estudo também no Planalto é o presidente gravar um vídeo para defender a reforma da Previdência para ser exibido nas redes sociais.

A batalha nas mídias sociais terá de ser intensificada ainda mais agora quando, atendendo a pedido de sindicatos, a Justiça mandou tirar do ar a propaganda do governo em defesa da reforma que Previdência que tem como slogan “Reformar hoje para garantir o amanhã”. Outros posts estão sendo preparados pelo governo para serem divulgados com mais frequência do que antes justamente por conta do acirramento dos discursos da oposição, com a proximidade da votação do texto da reforma da Previdência na Câmara, previsto para o mês que vem. Esta decisão da Justiça preocupou o Planalto que vai trabalhar para derrubar o veto.

 

 

COMENTE

Michel Temerprotestosreforma da previdência
comunicar erro à redação