*
 

O primeiro discurso de Michel Temer na Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) não foi ouvido pelo presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, que chegou atrasado ao evento. Com a demora, os dois líderes não se encontraram no plenário da instituição, na que seria uma das únicas oportunidades de se cumprimentarem.

líder norte-americano foi o segundo a discursar, depois do brasileiro, a quem cabou a abertura da Assembleia Geral. Os dirigentes dos dois países costumam se encontrar na sala em que os chefes de Estado aguardam o momento de discursarem.

Outra oportunidade de encontro seria a cúpula sobre refugiados convocada por Obama para a tarde de terça-feira, mas Temer cancelou sua participação. O Brasil não apresentará metas específicas de recebimento de refugiados, o que deu o país o status apenas de observador da reunião. O governo deverá ser representado pelo ministro da Justiça, Alexandre de Moraes.

Os dois presidentes podem se encontrar no horário do almoço oferecido pelo secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon.

 

 

COMENTE

Michel TemerRefugiadosObamaCrise migratória
comunicar erro à redação