*
 

Após dizer que o massacre no presídio de Manaus (AM) foi um “acidente pavoroso”, o presidente da República Michel Temer cometeu nova gafe em sua fala. Durante um discurso em Esteio (RS), no qual anunciou a entrega de 340 ambulâncias do Samu, Temer afirmou que o Ministério da Saúde economizou 800 milhões de cruzeiros. A moeda, porém, foi substituída pelo Real em 1993.

Durante sua fala sobre as obras do governo federal, acentuando o fato de estar há “apenas oito meses no cargo”, Temer trocou as moedas brasileiras, provocando um burburinho na plateia. “Em pouquíssimo tempo, ele anunciou a economia de 800 milhões de cruzeiros, que significam novas UPAs, novas UBSs e também novas ambulâncias”, disse o presidente, referindo-se ao ministro da Saúde.

Os ministros ali presentes – Ricardo Barros (Saúde), Eliseu Padilha (Casa Civil) e Osmar Terra (Desenvolvimento Social) – fizeram pouco caso da gafe. No lado de fora do evento, que ocorreu em um parque de exposições, um grupo de pessoas protestava contra o presidente.

 

 

COMENTE

Michel Temergafe
comunicar erro à redação