*
 

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), tomou posse neste domingo (1º/1), por volta das 16 horas, em sessão solene na Câmara dos Vereadores. “Me comprometo com a justiça social, paz e igualdade de tratamento a todos os cidadãos”, disse. Hoje, às 17 horas, acontecerá a cerimônia de transmissão do cargo no Teatro Municipal.

A sessão começou às 15h30, com atraso de meia hora, e foi presidida pelo vereador Eduardo Suplicy (PT), o mais votado nas eleições de outubro e também o mais velho entre os parlamentares da Casa. Na abertura da cerimônia, Suplicy lembrou ter trabalhado pela tentativa de reeleição do ex-prefeito Fernando Haddad (PT) e frisou que irá compor a base de oposição na Câmara.

“Todos sabem o quanto eu batalhei para que Haddad fosse eleito, pois considero que ele teve uma excelente gestão. Mas expresso meu respeito pela maneira democrática com que Vossa Excelência foi eleito”, afirmou Suplicy, dirigindo-se a Doria. “Temos a obrigação de fiscalizar os atos do Executivo. Espero que seja uma gestão de diálogo e respeito”, disse. Suplicy acrescentou esperar que o presidente da Câmara converse com os demais parlamentares antes de apresentar eventual recurso contra a decisão judicial que suspendeu o reajuste salarial dos vereadores na última semana.

 O vice prefeito eleito Bruno Covas lembrou, em rápido discurso, que “amanhã (segunda-feira, 2) às 6h, de forma simbólica, estaremos varrendo e limpando a cidade de São Paulo mostrando trabalha o em equipe solidariedade e mostrando para a cidade que o João trabalhador veio para ficar”.
 

 

COMENTE

São Paulopossedoria
comunicar erro à redação