*
 

O relator da Operação Lava-Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Teori Zavaski, solicitou nesta sexta-feira (23/9) a abertura de investigações sobre as citações que envolvem o presidente Michel Temer no depoimento de Sérgio Machado, ex-presidente da Transpetro. O caso será definido pela Procuradoria-Geral da República que definirá se abre inquérito para investigar Temer.

Em processo de delação premiada, Sérgio Machado diz que acertou com Michel Temer o pagamento de propina no valor de R$ 1,5 milhão. O dinheiro seria para financiar a campanha municipal de São Paulo, em 2012. A empreiteira Queiroz Galvão, alvo da Lava-Jato teria liberado a quantia com intermédio de Temer.

Outros políticos também foram citados por Sérgio Machado, entre eles Aécio Neves (PSDB-MG) e o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. O ministro também solicitou investigação sobre eles. O procurador-geral da República Rodrigo Janot, que vai julgar se o pedido é ou não procedente.

 

 

COMENTE

Michel TemerSTFsérgio machado
comunicar erro à redação