*
 

A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira (15/9) a Operação Duas Caras para desarticular um grupo criminoso que cometia fraude na Caixa Econômica. São cumpridos 56 mandados judiciais no Paraná, Santa Catarina e Paraíba. Os criminosos contavam com o auxílio de um funcionário do banco.

Os crimes investigados pela PF são furto qualificado, estelionato qualificado, peculato, uso de documento falso, falsificação de documento público e associação criminosa. Dos 56 mandados, 23 são de busca e apreensão, seis de prisão preventiva, sete de prisão temporária, seis de sequestro de bens e um mandado de suspensão do exercício da função pública por equiparação.

O funcionário da Caixa fornecia dados importantes para o grupo como informações pessoais de clientes que continham contas e poupanças com grandes saldos e não faziam saques.

Com os dados em mãos, de acordo com as investigações, os suspeitos entravam em contato com o banco informavam que tinham perdido o cartão bancário e pediam o envio de um novo. O nome da ação é uma referência a atuação do funcionário da Caixa investigado, que “age de um jeito ou de outro dependendo com quem está”, ainda conforme a PF.

 

 

COMENTE

PFoperaçãoCaixa Econômicaduas caras
comunicar erro à redação