*
 

Luana Slomski, de 25 anos, foi violentada em frente a sua casa, em São Paulo. O caso ocorreu nessa quinta-feira (1º/9). A jovem divulgou, nesta terça (6/9), um vídeo em que mostra o momento do crime.

Em sua página no Facebook, Luana descreveu o ataque. Ela conta que foi abordada na porta de casa e o estuprador perguntou quem estava na residência. Desesperada, ela respondeu que o marido encontrava-se no local.

O criminoso, então, a arrastou para um local mais isolado. Ao perceber que o homem não estava armado, ela reagiu e consegiu fugir. “Quando vi que ele não tinha nada dentro da blusa, cravei minhas unhas em seu rosto e comecei a gritar. Ele saiu correndo. Minha vizinha ouviu os gritos e ligou para a polícia”, escreveu Luana.

Luana reclamou do atendimento da 3ª Delegacia da Mulher. “Um retrato falado ajudaria muito se na Delegacia da Mulher, na qual fui dar meu depoimento, tivesse alguém disponível para isso. Até parece que estão batendo nas minhas costas e falando: ‘Foi só um susto, vai passar'”, afirmou.

À revista Veja São Paulo, a delegacia negou as críticas feitas pela mulher.

 


 

COMENTE

feminismo
comunicar erro à redação