*
 

O Supremo Tribunal Federal (STF) aprovou uma lista tríplice com nomes de advogados para serem analisados pela Presidência da República, que tornará um deles ministro substituto do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Os três eleitos são Sérgio Silveira Banhos, Carlos Bastide Horbach e Marilda de Paula Silveira, nesta ordem.

Caberá ao presidente Michel Temer (PMDB-SP) indicar um do trio como substituto do TSE. É tradição o governo escolher o primeiro da lista. Banhos e Horbach faziam parte da última relação aprovada. O novo nome é o de Marilda de Paula, que atuou na ação que buscava a cassação da chapa Dilma-Temer como advogada do PSDB, partido que propôs o processo.

Marilda de Paula é professora no Instituto Brasiliense de Direito Público (IDP), do qual o presidente do TSE e ministro do STF, Gilmar Mendes, é sócio.

A advogada também assinou, em 2016, como defensora do PPS, um mandado de segurança contra a posse do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) como chefe da Casa Civil. O relator Gilmar Mendes impediu a posse do petista, em decisão liminar. Lula havia sido indicado na administração da presidente cassada Dilma Rousseff (PT).

 

 

COMENTE

TSEMichel TemerSTF
comunicar erro à redação