*
 

Após 31 dias de greve, os bancários de diversos estados aceitaram o acordo salarial durante assembleia, nesta quinta-feira (6/10). Com a decisão, a partir desta sexta-feira (7/10), as agências voltam a funcionar normalmente.

Em São Paulo, as agências privadas e o Banco do Brasil aceitaram a proposta, somente a Caixa Econômica Federal (CEF) rejeitou e continua em greve. De acordo com os sindicatos os seguintes estados já registram o fim da paralisação: Amazonas, Minas Gerais, Pará, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rondônia, Roraima, Santa Catarina.

A Federação Nacional dos Bancos (Fenabran) ofereceu reajuste de 8% nos salários, pagamento de abono no valor de R$ 3.500, aumento de 15% no vale-alimentação e 10% no auxílio-creche.

Os bancários de todo o Brasil reuniram-se para discutir esses benefícios. Muitos ainda estão em votação e a expectativa é que a greve seja encerrada em todos os estados ainda hoje (6). No Distrito Federal já foi confirmado o fim da greve.

 

 

COMENTE

GreveSão PaulobancosGreve bancários
comunicar erro à redação