*
 

João Victor Filier de Araújo, 8 anos, morto pelo próprio pai, Sidnei Ramis de Araújo, 46, na véspera do ano-novo (31/12), disse a uma professora que tinha vontade de matar o pai. Tatiana Ferreira afirmou que, em 2015, quando o menino cursava o 1º ano, na escola Vivendo e Aprendendo, ela soube das acusações de abuso e a orientação era de que somente a mãe dele poderia buscá-lo.

Tatiana revelou, em entrevista à Folha de São Paulo, que, em um dia, durante uma festinha do Dia dos Pais, o garoto afirmou que não comemorava a data. “Ele disse que não gostava do pai e que quando crescesse, queria matá-lo”.

Tatiana era uma das pessoas que compareceu ao funeral das 12 vítimas mortas por Sidnei, que se suicidou. O pai era acusado pela mãe, Isamara Filier, de abusar sexualmente do filho. Antes de entrar na casa e atirar contra a família, Sidnei deixou uma carta explicando os motivos.

 

 

COMENTE

chacinapaiFilhocampinasJoão
comunicar erro à redação