*
 

A aproximação do furacão Matthew no estado da Flórida, nos Estados Unidos, fez companhias aéreas cancelarem voos entre o Brasil e o país norte-americano. Considerado o mais intenso a atingir o Caribe na última década, o Matthew já deixou 25 mortos em sua passagem por Cuba, pela República Dominicana e o Haiti e segue em direção às Bahamas e à Flórida.

O voo da American Airlines que sairia de Brasília para Miami às 22h desta quarta-feira (5/10) foi cancelado por conta das condições do tempo no estado da Flórida. De acordo com a Inframerica, empresa que administra o Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek, o voo desta quinta (6), que decola no mesmo horário, por enquanto, ainda está mantido.

As companhias confirmam os cancelamentos. Em nota, a Latam informou que a chegada do furacão afetará voos com origem ou destino em Miami e Orlando entre esta quinta-feira (6) e sexta (7). Os voos JJ8086 São Paulo-Orlando, JJ8094 São Paulo-Miami, JJ8090 São Paulo-Miami e JJ8095 Miami-São Paulo foram reprogramados e os voos JJ8087 Orlando-São Paulo e JJ8057 Miami-Rio de Janeiro, suspensos.

A companhia informou que flexibilizará suas políticas comerciais para que os passageiros com viagens programadas para os dias 6 e 7 de outubro para os destinos eventualmente afetados possam alterar os voos. Aqueles que desejarem reagendar as viagens podem entrar em contato com a central de vendas e serviços da Latam ou com qualquer loja da companhia. Além disso, a empresa pede que os passageiros com conexões para outras companhias aéreas verifiquem com antecedência a situação dos voos.

Em comunicado, a Azul Linhas Aéreas também informou que cancelará alguns de seus voos entre o Brasil e os Estados Unidos devido à chegada do furacão. Os voos 8704 e 8705, que fariam as rotas São Paulo (Viracopos) – Fort Lauderdale (Miami) – São Paulo (Viracopos), também serão cancelados nesses dois dias (6 e 7). Ainda serão suspensos os de número8706 e 8707, que fariam as rotas São Paulo (Viracopos) – Orlando – São Paulo (Viracopos) nesta sexta-feira (7).

Segundo a Azul, os clientes dos voos afetados serão informados e reacomodados em outros da companhia ou poderão solicitar reembolso integral dos bilhetes.

Mortos
O número de mortes causadas pela passagem do furacão Matthew pelo Haiti subiu para ao menos 108 no Haiti, segundo o ministro do Interior do país, François Anick Joseph. Segundo o dirigente, equipes de buscas ainda trabalham para avaliar a extensão dos danos causados. Agentes do governo também têm relatado dificuldade para chegar a regiões mais remotas do país, como a cidade de Jeremias e a região de Grande Anse como um todo.

Anteriormente, o número oficial de mortos era de 23 por causa da tempestade no país. Na vizinha República Dominicana, outras quatro pessoas morreram. Colômbia e São Vicente e Granadina registraram, cada um, uma morte.

 

 

COMENTE

latamAzul Linhas Aéreasfuracão Matthew
comunicar erro à redação