*
 

O candidato do PSDB à prefeitura de São Paulo, João Doria, foi eleito para o cargo neste domingo(2/10). Com 95,47% dos votos apurados, ele teve 53,40% dos votos válidos. Em segundo lugar ficou o atual prefeito, Fernando Haddad (PT), com 16,67%. Na sequência aparecem Celso Russomanno, do PRB, com 13,58%, Marta (PMDB), com 10,13%, e Luiza Erundina (PSOL), com 3,16% dos votos Brancos e nulos totalizaram 5,27% e 11,33%, respectivamente.

É a primeira vez que uma eleição na capital paulista é decidida ainda em primeiro turno. Em 1988, Luiza Erundina chegou a desbancar Paulo Maluf em turno único, sem segunda votação. Naquele mesmo ano, porém, foi promulgada a atual Constituição Federal, que trouxe muitas das regras que ainda vigoram no País, como dois turnos nas maiores cidades e as idades em que o voto é obrigatório.

A disparada de Doria nas pesquisas foi captada pelas últimas sondagens, mas havia a expectativa de um segundo turno, com Russomanno, Haddad ou Marta tecnicamente empatados em segundo lugar, pela margem de erro. O mais recente levantamento do Ibope/Estadão/TV Globo mostrou que as intenções de voto estavam em 30% para o candidato do PSDB, 20% para o do PRB, 16% para a do PMDB, 13% para o do PT e 5% para a do PSOL.

Com o resultado, o PSDB assume a prefeitura da capital pela segunda vez. José Serra já havia comandado a cidade entre janeiro de 2005 e março de 2006.

Para todos
Momentos antes do fim das apurações das eleições municipais de São Paulo que já aponta sua vitória em primeiro turno, Doria disse que irá governar para todos. “Como um gestor correto, decente e honesto”, afirmou ele. “Quero muito o apoio das pessoas”, completou. Ele afirmou ainda que quer modernizar a cidade, colocá-la “no posto digital” “Não estou aqui fazendo crítica a ninguém, mas vamos reconduzir São Paulo para onde ela merece”, afirmou.

Ele destacou ainda que fez uma campanha respeitando os outros políticos e que pretende ter uma boa relação com os demais partidos. “Vamos ter uma relação republicana com a Câmara, o Judiciário”, disse. O candidato terminou a entrevista dizendo que estava a caminho de comemorar a vitória com os correligionários do partido. Há pouco, o tucano recebeu um telefonema do prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), que ficou em segundo lugar na disputa deste domingo.

Haddad diz que ligou para Doria e colocou sua equipe da Prefeitura à disposição para a transição. “Tenho a maior honra de ter governado São Paulo. Tenho certeza que deixamos um legado “

 

 

COMENTE

São PauloJoão Doria
comunicar erro à redação