*
 

Após a polêmica em torno da nova campanha de segurança no trânsito “Gente Boa Também Mata”, a Secretaria Especial de Comunicação da Presidência da República (Secom) determinou a retirada “imediata” dos cartazes que foram distribuídos em mobiliários urbanos de várias cidades do país.

O material será substituído por outras peças publicitárias. A campanha original mostrava fotos de pessoas que praticam boas ações e que também podem cometer infrações no trânsito, como usar o celular enquanto dirigem, conduzir o carro embriagado, com excesso de velocidade, fazer ultrapassagens irregulares e não utilizar o cinto de segurança.

A ideia era mostrar que qualquer um pode cometer imprudências no volante.

Segundo o secretário de Comunicação da Presidência, Márcio Freitas , a substituição das peças não vai acarretar novos custos para o governo. Freitas ressalta ainda que as mudanças só deverão ocorrer no material impresso. O vídeo que integra a campanha deverá ser mantido.

Logo após a divulgação da campanha, várias postagens foram feitas nas redes sociais aproveitando o slogan para criticar medidas adotadas pelo presidente Michel Temer (PMDB), como a criação de um teto dos gastos públicos. As “brincadeiras” ganharam grande espaço e irritaram o peemedebista.

O deputado federal Chico Lopes (PCdoB-CE), por exemplo, foi um dos que fizeram trocadilho com os dizeres da campanha.

Reprodução/Facebook

 

 

 

COMENTE

Campanhaministério dos transportespublicidade
comunicar erro à redação