*
 

Sete adolescentes são suspeitos de espancar até a morte um colega de cela em uma unidade do Departamento Geral de Ações Sócioeducativas (Degase), em Belford Roxo, na Baixada Fluminense, no domingo (3/9).

Segundo o Extra, os menores infratores vão responder por ato análogo a crime de homicídio qualificado. Outros três maiores de idade também devem responder por crime de homicídio qualificado. A vítima, que não teve o nome revelado, estava em uma cela com outros 10 internos, todos ligados a uma facção criminosa.

A motivação do crime teria sido o descumprimento, por parte do adolescente, das regras impostas pela facção. O jovem passou por uma sessão de espancamento que começou ainda no sábado. De acordo com relatos na delegacia, ele apanhou até agonizar, terminando sem movimentos e fala. Ele ainda foi encaminhado à enfermaria do local e o Serviço Atendimento Médico de Urgência (Samu) foi acionado. Porém, o adolescente já estava morto quando a ambulância chegou.

Em nota, o Degase informou que, “na noite deste domingo, um jovem foi encontrado morto após sofrer agressões de outros adolescentes em um alojamento do Cai Baixada, unidade de internação e internação provisória, em Belford Roxo”. O caso está sendo investigado.

 

 

COMENTE

espancamentomenor infratorcela
comunicar erro à redação